CPF/Apelido: senha:
Notícias

Polícia Federal prende acusados de desviar recursos do SUS em Alagoas - 19/06/2017
A Polícia Federal (PF) cumpre, na manhã desta terça-feira, 13, quatro mandados de prisão temporária e um de condução coercitiva, além de oito para busca e apreensão em Alagoas e outros três estados.

Duas pessoas foram presas. A operação "Hoder" investiga suspeitos de desvio de recursos do Sistema Único de Saúde (SUS) em Maceió e em Marechal Deodoro.

Segundo a PF, um inquérito de outubro de 2016 apura o desvio de verbas do Programa Nacional de Combate ao Glaucoma e da Política Nacional de Procedimentos Cirúrgicos Eletivos de Médica Complexidade.

ESQUEMA

Diversas empresas prestavam informações incoerentes sobre atendimentos médicos e fornecimento de medicamentos. Essas empresas ligadas aos investigados recebiam recursos financeiros superiores ao que deveria ter sido repassado.

Após constatada as irregularidades por parte das mesmas através de diversas autorias realizadas pelo Departamento Nacional de Auditoria do Sistema Único de Saúde (Denasus) foi determinado o ressarcimento de cerca de R$ 9.300.000,00 à União.

Entre 2014 e 2016, uma empresa sediada em Maceió recebeu R$ 16 milhões do SUS para custear consultas e fornecimento de colírios.

OPERAÇÃO

Foi disponibilizado um efetivo de 50 policiais federais das Superintendências Regionais da PF em Alagoas, Bahia e Goiás para execução das medidas judiciais, além de auditores do Denasus e RFB.

Além da PF, participam da operação a Receita Federal do Brasil e o Departamento Nacional de Auditoria do Sistema Único de Saúde.

UNASUS - União Nacional dos Auditores do SUS
www.unasus.org.br